Seg, 01 de Maio de 2017
Rua Delfino Facchina, 61 (Cidade Ademar) - Americanópolis - São Paulo/SP - CEP 04409-080
Renuniões Públicas
Tarde 2ª, 3ª, 4ª, 6ª e Sábado: das 14hs30 às 16hs00
Noite 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª das 20hs30 às 21hs30 
Renuniões Públicas
Tarde 2ª, 3ª, 4ª, 6ª e Sábado: das 14hs30 às 16hs00
Noite 2ª, 3ª, 4ª, 5ª e 6ª das 20hs30 às 21hs30 

Roque Jacinto

images (2).jpg
Fonte: http://www.espiritismoeluz.org.br/index.htm

Roque Jacintho nasceu em Sorocaba - SP, em 16 de agosto de 1928. Filho de Miguel Jacintho e Carlota Carniel Jacintho. Militante da doutrina espírita desde jovem, aos 11 anos redigiu seu primeiro poema sobre a Reencarnação.Casa-se em 1953 com Maria Dirce Antunes Jacintho, com quem teve uma filha chamada Silvia Regina, e que lhe deu dois netos: Fabíola Cristina e Alexandre Luiz.

Jornalista, contabilista e radialista, ministrou por muitos anos aulas em latim e português.

Trabalhou em diversas rádios no interior de São Paulo. Trabalhou como Assessor de Empresas, fazia Seminários de diversas áreas empresariais por todo o Brasil; ministrou cursos na FIESP (cursos intensivos) e foi colaborador em diversos órgãos de divulgação empresariais.

Publicou 18 coleções, das áreas: Jurídicas, Tributárias, Contábeis, Economia e Administração de Empresas; 2 Enciclopédias de áreas Jurídico e Trabalhista; e 10 obras pedagógicas na área de Contabilidade, muito utilizado em escolas técnicas e também em Universidades.

As editoras que publicaram suas obras profissionais foram: Editora Brasiliense, Editora Ática, Jurídica Brasileira, Fol Editora e Editora Iracema (sua primeira editora).

Fundou os seguintes agrupamentos espíritas: Lar Espírita Vinha de Luz (Jundiaí - SP); Grupo Espírita Fabiano de Cristo (São Paulo - SP) e Núcleo de Estudos Espíritas Amor e Esperança (Diadema - SP), onde esteve até o seu desencarne.

Publicou mais de 130 obras espíritas, incluindo-se várias obras para o público infantil, principalmente o 1º livro espírita do Mundo: O Lobo Mau Reencarnado, atualmente sendo editado pela Editora Luz no Lar, que foi traduzida e publicada também em inglês e em esperanto. Muitas outras obras suas foram traduzidas para o espanhol também.

O lançamento desta obra foi em 18 de abril de 1972, e nesta data é comemorado o Dia do Livro Espírita. Traduziu também, diretamente do original em francês, O Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Kardec, numa linguagem mais simples e acessível aos mais simples, publicado pela Editora Luz no Lar, que mantém sua publicação desta e de outras obras de sua lavra.

As editoras espíritas que publicaram as suas obras são: Culturesp, Edicel, Luz no Lar e FEB. As maioria de suas obras são atualmente editadas pela Editora Luz no Lar - Tel.: (11) 2758-6345 ou pelo site: www.editoraluznolar.com.br.

Conviveu com o nosso Chico Xavier, freqüentemente, durante mais de 20 anos, onde pôde receber as orientações necessárias para e como divulgar a Doutrina do Nosso Mestre Jesus, além de todo o aprendizado adquirido de quem conviveu com aquele que foi o Missionário do Mais Alto e nos trouxe, por intermédio de sua mediunidade e de seus exemplos, todos os ensinamentos constantes nas obras publicadas.

Colaborou muitos anos com artigos junto ao Reformador da FEB, além de ter colaborado junto àquela entidade quanto a publicação e edição, principalmente, das obras psicografadas pelo nosso Chico Xavier.

Após tantos anos dedicados à divulgação da Doutrina Espírita, não só pelas obras editadas, mas também pela sua exemplificação e fidelidade à Codificação de Kardec, sempre trazendo a todos nós o esclarecimento sem fantasias, nos mostrando os verdadeiros conceitos e entendimentos da Doutrina do Cristo, desencarna em Diadema - SP, em 4 de março de 2004, vítima do Mal de Alzheimer, que o acometeu nos últimos anos de sua estada junto a nós.

Que o Cristo possa envolvê-lo em sua Paz Infinita, já que fez de sua reencarnação um verdadeiro exercício de caridade cristã, tendo aproveitado cada instante de sua existência, para levar aos corações necessitados a palavra de esclarecimento, de consolo e de esperança, tendo sempre à frente o exemplo maior, que é Jesus.

 

Fonte: http://www.espiritismoeluz.org.br/